Como saber se sua casa é saudável? A radiestesia pode ajudar.

Como saber se sua casa é saudável? A radiestesia pode ajudar.

Você sabia que a saúde dos ambientes onde moramos é um assunto estudado há milênios? Povos antigos, como os egípcios e chineses, por exemplo, sempre concederam enorme importância à saúde de suas casas, considerando a influência do solo e subsolo na qualidade energética das habitações.

Antes de começarem a construção de alguma edificação, radiestesistas, terapeutas e outros especialistas eram encarregados de verificar alguma energia nociva oriunda do solo.  Só se permitia construir quando o exame geofísico não revelava nenhuma radiação maléfica vinda da terra.

Esse é um tema antigo e muito fascinante, que foi minuciosamente estudado pelo francês Roger de Lafforest, autor do livro ‘Casas que Matam’.  Na obra, ele demonstra os perigos a que estamos expostos em nossas próprias residências, quando desconhecemos o terreno em que foi construída ou se a empresa responsável não teve o cuidado de realizar um exame geológico e radiestésico preliminar.

O que são essas energias nocivas?

É normal que, de vez em quando, uma pessoa não se sinta bem dentro de casa. No entanto, se esse sentimento é constante, causando inclusive dores de cabeça, mal-estar e insônia, isso pode ser sinal da influência das energias nocivas oriundas da terra.

As mais conhecidas são as chamadas Linhas de Hartmann. Elas formam uma parede invisível e retangular, de 2 metros e meio de comprimento por 2 metros de largura, que cobre toda a superfície terrestre. Elas foram exaustivamente estudadas, no início do século XX, por alguns pesquisadores que comprovaram sua existência, entre eles, o médico alemão Ernest Hartmann (Livro ‘Medicina da Habitação’).

Mas há outras, como as de Curry – descoberta por outro médico alemão, Dr. Alfred Curry – além de falhas geológicas, lençóis freáticos, veios d´água, energias de cemitérios, antigos lixões e memórias de parede. 

Essas radiações agem como facilitadoras de doenças, pois atuam diretamente no nosso sistema imunológico, debilitando nosso organismo, além de animais e plantações.

O ‘remédio’ para os espaços doentes

É possível investigar e identificar o problema utilizando a Radiestesia e Geobiologia. Essas ciências avaliam e medem os desequilíbrios energéticos dos ambientes e, também, das pessoas, com alguns instrumentos, principalmente o pêndulo – dado a facilidade de manuseio, baixo custo e precisão do diagnóstico.

Constatadas as energias nocivas oriundas da terra na casa ou terreno, o Terapeuta de Ambientes – profissional especializado em Radiestesia, Radiônica e Geobiologia – consegue bloquear essas ondas com a aplicação de algumas técnicas, sem a necessidade da mudança dos móveis ou do próprio morador.

A Terapia de Ambientes é uma prática inovadora, que utiliza outras metodologias complementares como Reiki, Feng Shui, Geoacupuntura e, no meu caso, também oThetahealing.

Não há nenhum risco ou efeito colateral para as pessoas.

Essa limpeza energética dos ambientes não é invasiva e os resultados são efetivos e permanentes!

Quer saber mais? Clique aqui e podemos conversar.

Na imagem, é possível visualizar algumas energias que podem existir no subsolo: lixão, cemitério antigo, linhas de Hartmann e lençol freático.


pt_BR